Berenice de algodão

Gosto mais de mim sorrindo. 
Sorrir é a coisa mais leve do mundo!
E liberdade pra mim, é sinônimo de amor.
Repetia de tantas, sete vezes, pra ela mesma, Berenice que
não sabia o que era o amor.
Moça, você já se viu sorrindo?
Olhava pro céu quando perguntei isso e,
bem, ela sorria!
Se livre for, por Deus, que seja assim,
por ser amor, cidreira, capim santo e alecrim.
É bem amor, teus olhos de cor do campo,
teus cabelos coletivo de bananas,
tua cor altas horas, beira-rio, flor pastel,
areia pura, tua luz na cama, o teu nome,
boca aberta que te chama.
Berenice de algodão,
pisa o piso a tontos pés do chão.
Berenice.

Teddy Falcão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram